De acordo com a coluna Na TV, o novo programa de Pedro Bial mal começou, e a rede Globo já tem planos de tirá-lo do entre o final de outubro e começo de novembro.

Não, não é que “Na Moral” esteja indo mal de audiência, bem o contrário aliás:
um dos episódios mais polêmicos do novo programa (aquele em que um paparazzi revelou que a Globo é uma das maiores clientes de fotos de tablóide, enquanto Bial criticava a profissão) chegou aos 13 pontos de Ibope.

O motivo da mudança na grade é liberar tempo na agenda de Bial para ele se dedicar ao que realmente importa: a preparação para apresentar pela décima terceira vez o “Big Brother Brasil”, que volta em janeiro.

Segundo o colunista, apesar de Bial continuar no “BBB”, há quem especule que o trabalho na versão brasileira do “The Voice” seja um treino para que Tiago Leifert possa assumir o cargo no futuro.