Divulgação

Semana passada o pessoal legal da Sony chamou os Blogs POP para a exibição de seus mais novos seriados, “Hannibal” e “Nashville” que estreiam essa semana, e a seguir você confere todas as nossas impressões sobre “Nashville” e porque você não pode perder esse seriado.

“Nashville” é uma cidade americana no estado do Tenesee, é onde Taylor Swift passa a maior parte do tempo quando não está trabalhando e é um seriado, estrelado e produzido por Connie Britton e conta não só com Hayden Panetierre no elenco, mas como ótimos atores da televisão atual americana.

Tenho de confessar, quando ouvi sobre “Nashville” não lá fiquei muito empolgada com o seriado, pensei que ia ser só mais um seriado teen musical do que um programa de tv com que eu poderia me conectar, e como você vai ler nesse texto, eu estava errada. Mas com uma ótima narrativa, usando o cenário da musica country atual somente como fundo, a série não te desaponta, com diálogos fortes e personagens acreditáveis, sem contar com a atuação de um elenco mais do que talentoso, no final do primeiro episódio de “Nashville” você vai ficar triste porque quer mais, e você só terá seu desejo realizado na semana que vem.

Para mim, Connie Britton sempre terá um lugar especial guardado no meu coração, após sua atuação como Tami Taylor, esposa do treinador Eric Taylor, no seriado “Friday Night Lights”. Em “Nashville”, Britton é Rayna James, uma personagem numa vida extremamente distinta da realidade da família Taylor, porém suas personalidades podem ser comparadas. Ambos são mulheres fortes e independentes lutando para manter uma família unida na frente de adversidades, aparantemente é um papel que Connie consegue interpretar com maestria, mas nunca deixando de mostrar o lado sensível e vulnerável do personagem.

Ok, vamos parar de babar o ovo da eterna Tami Taylor e escrever sobre o seriado.

Divulgação

Rayna James, interpretada por Connie Britton como eu disse antes, é uma mulher forte e independente. Após ter usufruído de uma carreira musical longa e bem sucedida e ser rotulada a rainha do country, James está perdendo o seu brilho para uma geração mais nova, e dependente de auto-tunes e outros artificios da indústria para vender discos para as massas.

Com os papeis tradicionais da família invertido é Rayna que traz o dinheiro para casa, enquanto o seu marido cuida de suas filhas e mantém o lar em ordem, mas o sonho americano dos James começa a se desfazer pois a família não está mais conseguindo manter seu estilo de vida, e Rayna e seu marido começam a entrar em conflito pela situação atual, e com sua popularidade caindo, a gravadora da cantora quer força-la a desistir de sua própria turnê para abrir o show para a nova sensação do country pop, Juliette Barnes.

Divulgação

Hayden Panetierre é a intérprete de Juliette Barnes, a mais nova garota encrenca do meio musical americano. Panetierre não só apareceu em Heroes, como Claire Bennet, como tem uma longa carreira tanto na televisão como nos cinemas. Hayden também é conhecida nos Estados Unidos por seu trabalho com instituições de caridade e seu esforço para acabar com a caça a baleias e a golfinhos.

Juliette Barnes, o personagem de Hayden de início parece uma garota mimada e inconsequente, que não mede limites para alcançar o que quer. Até aí, isso não deixa de ser verdade, mas no desenrolar do episódio, como todas as pessoas, Barnes tem seu lado mais frágil, a princesa do country pop possui um relacionamento torturoso com sua mãe, viciada em drogas, que usa a filha como caixa eletrônico para pagar pelo seu vício, que contribui para o exterior raso e artificial de Juliette. Logo de início do seriado, a cantora resolve arranjar brigar com Rayna James logo no início de sua turnê, querendo roubar seu guitarrista e ex-affair para a sua banda. Juliette não mede esforços para mostrar que chegou ao seu posto de diva e que não pretende sair dele em nenhum futuro próximo e se recusa a abaixar sua cabeça para Rayna James, a veterana do ramo.

Divulgação

Se “Nashville” não te empolgar, então você precisa rever o seu conceito sobre seriado bom, pois acho que o elenco de “Nashville” poderia fazer uma partida de bingo parecer interessante.