Existe mais entre a Terra e o Céu… e mais entre o Céu e o Espaço Sideral… do que explica a vã ciência. Um bom exemplo são essas nuvens cósmicas feitas de ultrassom que saem do centro da galáxia.

Ninguém sabe explicar exatamente o que são. Com um observatório naqueles pontos de equilíbrio de órbita, conseguimos observar a nuvem e procurar algum material para estudar.

Bolhas de raios gama foram descobertas em 2010 e ainda não há explicação. As nuvens de micro-ondas se estendem pela galáxia. Quem investiga o fenômeno é a ESA, agência espacial europeia. Ela diz que pode ser um processo conhecido como síncrotron: energia de supernovas passando por campos magnéticos.

Um fato inédito sobre a névoa é que sua emissão não cai drasticamente enquanto a energia aumenta. Algumas explicações para isso incluem explosões de supernovas, super ventos galáticos ou partículas de matéria escura se colidindo.

Por enquanto, é tudo especulação. Nos basta observar e aprender.

Via.