Arlequina é a inimiga de Batman do Universo DC, cujo o verdadeiro nome é “Harleen Quinzel. Mas não a confundam com a inimiga, que mais tarde se tornou a mulher do Lanterna Verde, “Arlequim”.

Claro que seu nome é baseado no arlequim e Coringa que a batizou como um trocadilho ao seu nome. Harleen se destacou como uma ótima ginasta nos tempos de escola. Com isso ela conseguiu uma bolsa de estudos na Universidade de Arkham, para estudar psiquiatria. Ela era muito esperta para conseguir uma nota boa. Bastava usar de seu charme para com os professores.

Trabalhou na área no Asilo Arkham e lá conheceu Coringa, seu paciente. Ainda caiu na lábia dele quando lhe foi dito que ele tivera uma infância infeliz. Isso ganhou completamente o coração dela. Foi suspeita de livrar Coringa várias vezes e teve de ser presa. Quando houve um terremoto em Gotham City, ela escapa e se torna “Arlequina”, sendo parceira de seu amado.

Seu relacionamento com ele um dos mais complexos da DC. Ela é do tipo “mulher de malandro”, é agredida, xingada, abandonada, mas acredita que ele a ama de verdade e que aquilo tudo não passa de brincadeira (alguém já mostrou a Lei “Maria da Penha” para ela ou o significado de “vergonha na cara”?). Ele, por outro lado, muitas vezes já demonstrou algum afeto por ela, mas dá uma de durão e não admite sentir algo por outra pessoa.

No desenho “Batman: A Série Animada”, Arlequina se sente muito frustrada, por ser desprezada por seu namorado e resolve roubar o diamante Arlequim do museu de Gotham para provar algum valor para ele. No mesmo “bat-lugar” e na mesma “bat hora” ela encontra com Hera Venenosa que estava em hora de trabalho roubando plantas tóxicas. As duas se tornam amigas de imediato e Hera aplica uma injeção em Arlequina que a tornaria imune a todas as toxinas e venenos. Elas praticaram muitos crimes juntas e ficaram conhecidas como “Rainhas do Crime”. A amizade foi abalada pela inveja de Hera, por causa do relacionamento entre Coringa e Arlequina (mulheres e seus instintos de território).


Portanto, Arlequina tinha todo um futuro pela frente, apesar da raiz de maldade e de pensar em si mesma para conseguir o que quer, mas é totalmente sem estrutura na vida sentimental. Ela não se dá o valor e faz tudo o que Coringa quer. Ela o chama de “Pudinzinho” e o pior de tudo é que ele fica mais irritado com a presença dela e não é de se estranhar muito, pois só uma mulher com um parafuso a menos e ainda estudou psiquiatria para ficar com uma palhaço destes!