Lobo é um personagem fascinante dos quadrinhos DC. Ele é um caçador de recompensas espacial, ultra violento, que causou o genocídio de sua própria espécie e que se envolve em constantes brigas com os heróis da casa como Superman.

Da mesma forma, ele serve como uma excelente paródia aos personagens da casa, tomando parte em histórias que são ao mesmo tempo brutais e ridículas.

Agora que filmes de heróis estão em alta, a Warner e a DC decidiram dar a Lobo uma chance de brilhar nas telonas. Mas quem cuidará do projeto? É o que veremos agora.

Brad Peyton, cujos últimos trabalhos envolvem “Como Cães e Gatos 2 – A Vingança de Pussy Galore” e “Viagem 2 – A Ilha Misteriosa”, foi escolhido para escrever e dirigir o longa de Lobo. O personagem será inspirado em sua versão dos anos 90, quando se tornou o motociclista espacial psicótico que todos tanto adoram.

No roteiro inicial, Lobo viria à erra para caçar quatro foragidos espaciais e acabaria ajudado por uma garota humana. Talvez este acabe não sendo o enredo oficial do filme, uma vez que Peyton irá reescrevê-lo, mas talvez alguma sombra do mesmo acabe restando.

Seria Peyton uma escolha adequada? Or um lado, ele não tem noção do ridículo, algo provado por “Como Cães e Gatos 2 – A Vingança de Pussy Galore”, mas ele trabalhou em filmes família… seria isso que a Warner quer para “Lobo”?

É esperar para ver o tamanho do estrago eventualmente…